Dia35

Dia 35 – Pedindo ajuda

Paramos, respiramos, oramos. Agora precisamos partir para ação.

Há coisas que o Senhor não fará em nosso lugar. São exatamente as coisas separadas para nós fazermos.

E se eu não souber o que fazer, nem como fazer? E você?

Simples e não tão simples assim é pedir ajuda. Eita! Que coisa difícil no mundo de vitoriosos de hoje, hein? Pedir ajuda parece um sinal de derrota, de fracasso. Mas não é! É sinal de que você é gente normal, limitada e que tem sabedoria suficiente para concluir que não conhece áreas específicas e não tem sabido gerenciá-las satisfatoriamente.

Mas, lembre-se de que os humildes de espírito serão bem-aventurados, como é citado em Mateus 5.

As pessoas existem para ajudar umas às outras. Se você parar para pensar, nada funcionará em sua vida se não houver uma cadeia de pessoas envolvidas. A fruta, por exemplo, só chega na sua mesa porque alguém plantou, outro regou, outro colheu, outro selecionou, outro comercializou, outro transportou, outro expôs e você comprou. Veja que, em tudo, há uma cadeia de pessoas. Tudo bem que isso é um assunto meramente comercial, mas na vida pessoal você também não está sozinho e sempre haverá alguém capaz de ajudá-lo.

Eu confesso que cheguei ao meu limite nessa área. Nunca havia pedido ajuda de ninguém. Além dos livros e do meu esposo, sempre desenrolei tudo muito bem sozinha. Sou crente, sou feliz, tenho Jesus Cristo e está tudo certo!

Mas o laudo deu positivo e foi confirmado: câncer agressivo, cirurgia, dores, perdas, perdas financeiras, quimioterapia, radioterapia, solidão, insegurança, incertezas mil, a cada dia uma novidade, uma situação nova a suplantar. Muito difícil enfrentar tudo isso… Acordei, no meio desse cenário, e quis quebrar todos os pratos na parede da minha cozinha, tamanha foi a ira que senti dentro de mim!!! Jamais havia pensado nisso na vida… Tenho um temperamento relativamente calmo. Foi quando conclui, com todas as letras: EU PRECISO DE AJUDA! Fiz terapia, por um tempo, com uma psiquiatra e com uma psicóloga que me ajudaram bastante a suportar e a superar aquela fase tão difícil da minha vida.

“Levem os fardos pesados uns dos outros e, assim, cumpram a lei de Cristo.” Gálatas 6.2

Qualquer que seja o seu problema, haverá sempre alguém que Deus tem preparado para ser bênção na solução/aceitação dele. Não jogue os pratos na parede! Ligue para um amigo, aconselhe-se com um profissional, peça ajuda em uma comunidade cristã. Aja agora! 

Assim como eu, conte uma história vivida, sofrida, compartilhada e superada para a glória de Deus!

Um grande abraço!

Samara Queiroz 

Versículos bíblicos utilizados na versão NVI-Nova Versão Internacional