“Por que me chamais, Senhor, Senhor, e não fazeis o que eu vos mando” Lucas 6.46

Temos um problema peculiar não somente em nossa cultura, mas na cultura espanhola e até na inglesa quando nos referimos à palavra senhor. Utilizamos senhor para falar com pessoas mais velhas, com autoridades ou com desconhecidos, como tratamento respeitoso. De modo que quase todos são tratados como senhor por alguém nos dias de hoje.

Isso comprova que “a palavra senhor não tem hoje o mesmo significado de quando Jesus se achava na terra. Naquela época, ela significava autoridade máxima, o número um, o homem que estava acima de todos os outros, o dono de toda a criação.O vocábulo grego kurios (que significa senhor) com inicial minúscula era usado pelos escravos ao se dirigirem a seus amos. A mesma palavra, com inicial maiúscula, era aplicada a apenas uma pessoa em todo o Império Romano – a César. O césar romano era o Senhor. Em verdade, quando os funcionários públicos ou soldados se encontravam na rua, tinham que saudar uns aos outros com as palavras: “César é o Senhor!” E a resposta invariavelmente era: “Sim; César é o Senhor!”

Por isso, os cristãos tiveram que enfrentar um grande problema. Sempre que alguém os saudava com estas palavras: “César é o Senhor!”, eles respondiam: “Não; Jesus Cristo é o Senhor.” Em pouco tempo, tal prática começou a causar-lhes dificuldades. Não que César tivesse ciúmes do nome. A questão era bem mais profunda que isto. A verdade é que César sabia que o que os cristãos diziam na realidade, é que eles estavam sujeitos a um outro tipo de autoridade, e que na balança de suas vidas, Jesus Cristo pesava mais que César.” Ortiz (1990, pág. 13).

Mas gostaria de resgatar agora o verdadeiro Senhor, com “S” maiúsculo, Jesus Cristo. Ele é o único digno de obediência e rendição total. Ele é o criador e Senhor sobre todas as coisas. Que deixemos os senhores criados pelo nosso imaginário e cultura pecaminosa, tais como: dinheiro, fama, posição social e vaidades para trás e subjuguemos tudo e totalmente ao senhorio e majestade de Jesus.

Oração: Senhor Jesus, Tu és o verdadeiro Senhor. Louvado e exaltado seja o Teu Santo nome. Apenas Tu és digno de ser chamado de Senhor, com “S” maiúsculo, pois foste o único que deu a vida por amor a nós, vida sacrificial. Ressuscitaste e agora estás à direita do Pai. Rendemos todo o nosso ser a Ti. Que diante de Tua presença, comandos e vontades tenhamos apenas uma única e alegre resposta: “Sim, Senhor”, ou como um bom e fiel nordestino: “Sim, Sinhô!!!” Glória ao nosso único Senhor Jesus Cristo! Amém!

Pontos para reflexão/discussão em pequenos grupos/conexões:

1- Compartilhe algo que tocou o seu coração com este estudo;
2- Você já se colocou totalmente à disposição do senhorio de Jesus?
3- Compartilhe duas experiências nas quais o Senhor foi exaltado em sua vida.

Que o Senhor nos abençoe! Um grande abraço, Samara Queiroz