GostoSingular

Não é sentimental, tem gostos singulares,
não curte romance?

Mantenha distância… Sofrimentos à vista!!

Quando você começa um relacionamento, um diálogo, uma paquera, passa a viver diversas situações com o outro. A reação dele, em meio ao que vocês estão vivenciando, é muito importante para inferir e aferir seus valores.

No início dos diálogos do casal da série das cinzas, Christian, o homem, já se mostra como não sentimental, com gostos esquisitos e sem curtir romances. A mulher, Anastasia, fica intrigada com isso, mas quer pagar para ver. Percebe que sua própria consciência a alerta sobre os perigos de prosseguir, mas ela decide dar um chute em sua racionalidade. O Senhor não quer que desprezemos a nossa consciência, antes a escute e não a viole.

Uma amiga me falou que o “interessante” dessa estória é que ela tem um final feliz. É claro que teria que ter, senão não venderia nada. Ana redime o Christian de suas loucuras, casam-se e são felizes para sempre. Mas, não se iludam com isso. Esse não é o final da maioria dos casos de relacionamentos que se iniciam com sinais de doença na vida real. Não se veja como a salvadora da pátria alheia! Geralmente não a somos!

Que ricaço, cheio de afazeres, ficaria perdidamente apaixonado por uma pobretona, desajeitada e sem história? Largaria tudo o que tem para fazer, a fim de gastar tempo e controles com ela? Somente um psicopata agiria dessa forma.

Psicopatia é a designação atribuída para um indivíduo com um padrão comportamental e/ou traço de personalidade, caracterizada em parte por um comportamento antissocial, diminuição da capacidade de empatia/remorso e baixo controle comportamental ou, por outro, pela presença de uma atitude de dominância desmedida. (https://pt.wikipedia.org/wiki/Psicopata)

Você pode estar me achando uma pessoa muito preconceituosa por achar isso uma probabilidade mínima de ser real. Embora, achemos, como preconizam os direitos humanos, que todos somos iguais e temos os mesmos valores, isso não acontece na prática do dia a dia de nossa sociedade.
Preconceitos existem e tenho certeza de que você mesmo já experienciou um ou alguns deles.

Eu mesma vivi alguns momentos duros na adolescência e na juventude por ser filha de pais separados e não ser abastada financeiramente. Achavam que eu não tinha condições de formar uma família estruturada e feliz. Realmente ninguém tem essa condição, se não tiver a potente mão do Senhor a sustentar e a manter sua família unida e estruturada!

Não burle a sua consciência! Quando perceber sinais de desequilíbrio, proteja a sua emoção, caia fora desse relacionamento e tente ajudar o outro como amigo! Você não é Anastasia Steele, nem ele o Christian Grey!

Quero abrir um parêntese aqui para as pessoas que se encontram com os mesmos gostos singulares e sentimentais. Quando se encontram, não há violação de consciência, nem de valores, casam-se e têm suas experiências peculiares. Não quero entrar no mérito desses tipos de casais.

“Por isso procuro sempre conservar minha consciência limpa diante de Deus e dos homens.” Atos 24.16

“Digo a verdade em Cristo, não minto; minha consciência o confirma no Espírito Santo” Romanos 9.1

“Embora em nada minha consciência me acuse, nem por isso justifico a mim mesmo; o Senhor é quem me julga.” 1 Coríntios 4.4

“Contudo, façam isso com mansidão e respeito, conservando boa consciência, de forma que os que falam maldosamente contra o bom procedimento de vocês, porque estão em Cristo, fiquem envergonhados de suas calúnias.” 1 Pedro 3.16

No poderoso e irresistível nome de Jesus Cristo, amém!

Um grande abraço,

Samara Queiroz

Líder da Rede de Mulheres
Igreja Cidade Viva – www.cidadeviva.org