Desvestir-se da velha mulher

Desvestir-se do velho homem
Assim, façam morrer tudo o que pertence à natureza terrena de vocês: imoralidade sexual, impureza, paixão, desejos maus e a ganância, que é idolatria. É por causa dessas coisas que vem a ira de Deus sobre os que vivem na desobediência, as quais vocês praticaram no passado, quando costumavam viver nelas. Mas, agora, abandonem todas estas coisas: ira, indignação, maldade, maledicência e linguagem indecente no falar. Não mintam uns aos outros, visto que vocês já se despiram do velho homem com suas práticas e se revestiram do novo, o qual está sendo renovado em conhecimento, à imagem do seu Criador. (Colossenses 3:5-10 NVI)
Ser nova criatura significa nascer de novo e um renascimento exige algumas mudanças em sua essência. Uma dessas mudanças está no nosso guarda-roupa espiritual. Precisamos nos despir da velha mulher e, como bebês na fé, usar novas roupas, novas atitudes, uma de cada vez. Voltemos ao versículo principal para frisarmos bem o que precisamos tirar do guarda-roupa.
Oração
Nosso coração diz “Aba, Pai”, “Aba, Paizinho”.
Obrigada, Senhor, por todas as coisas. Obrigada porque tu nos adotaste como filhas tuas. Obrigada, porque, independentemente da história de vida de cada uma de nós, tu nos adotastes e és o Pai Perfeito! Aleluia!
Fizeste novas todas as coisas em nós, mas somos tão fracas, tão frágeis, tão dependentes de Ti.
Queremos estar perto de Ti, queremos te ouvir e fazer tua vontade em nossas vidas.
Que o Teu Espírito Santo que habita em nós nos ajude, nos sinalize, nos inquiete para a mudança, fale-nos diretamente em cada momento que queiramos usar as roupas da velha mulher. Somos bebês e essas roupas já não nos pertencem mais. Queremos os novos hábitos em Cristo Jesus.
Ajuda-nos a acreditar que a velha mulher, cheia de tralha, foi crucificada com Cristo, para a honra e a glória do Senhor!
Agradeço-te por tudo, em nome de Jesus, Amém!
Samara Queiroz
Líder da Rede de Mulheres – SM
Cidade Viva
Seguindo o material Tempo a Sós com Deus, 40 dias de Jejum e Oração, do Pr. Edison Queiroz – Dia 04.

Deixe uma resposta