7 – Está difícil…

E quem te disse que seria fácil?

O profeta Jeremias sabia o quanto era amargo e difícil cumprir seu chamado de avisar aos israelitas para se converterem de seus pecados e voltarem-se para Deus.

Ele teve uma vida muito dura.
Sofreu perseguições, muita rejeição e chegava a ser expulso de lugares, porque as pessoas não queriam ser confrontadas.

E viver nesse ambiente hostil, abalou muito as emoções do profeta.
Mas ele abria-se sempre em orações ao Senhor.
Fica a dica dele para nós hoje:

“Lembro-me da minha aflição e do meu delírio, da minha amargura e do meu pesar.
Lembro-me bem disso tudo, e a minha alma desfalece dentro de mim” Lamentações 3.19, 20

Um coração sincero não é rejeitado jamais pelo Senhor.
Não sei exatamente que situação difícil você está enfrentando, mas com certeza o Senhor te escutará e, não somente isto, ouvirá o seu clamor e te dará o conforto e a força necessária para prosseguir.

Jesus Cristo, no jardim do Getsêmani, também prostrou-se em aflição, diante do Pai, em oração.

Eu repeti essa oração de Jesus Cristo a Deus, em prantos, em 2013: “Senhor, se puderes me livrar desse câncer, tira de mim esse cálice. Senão, que seja feita a Tua vontade.”

Tive o consolo instantaneamente, ao passo que conclui que o Pai não livrou o filho e que poderia não me livrar também e, ainda assim, continuaria sendo bom, continuaria sendo Deus.
Meu coração encontrou paz, depois disso, cura! Aleluia!

A oração é um momento muito especial de revisão de quem nós somos e como estamos vivendo.

Abra-se em oração sempre para Deus.
Ele o conhece, desde o ventre da sua mãe.
E com Ele não precisa ter reservas. Ele ama você demais.

Está difícil? Clame ao Senhor.
Ele ouve, Ele entende, Ele responde e abençoa.

Um grande abraço,

Samara Queiroz

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.