6- Libere perdão

Sabe aquela dorzinha que vive nos seus pensamentos?
Aquele sentimento ruim que você insiste em senti-lo novamente?
Virou ressentimento.
Isto é, um sentimento que você traz à memória, sempre que pode, e repete de novo e de novo.
Nem se lembra mais o quanto ressente porque já perdeu as contas.
Isso virou uma raiz de amargura em seu coração.
“Sejam bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-se mutuamente, assim
como Deus os perdoou em Cristo.” Efésios 4.32

Cristo perdoou todos os nossos pecados na cruz. Derramou seu sangue por amor a mim e a você.
O sacrifício de Cristo nos deu acesso ao Pai.
O sacrifício de Cristo foi suficiente para perdoar o meu e o seu pecado. Suficiente para você também perdoar o pecado de outra pessoa.
Jesus não perdoa apenas pecado pequeno, em nossa concepção.
Todos são pecados e todos pecamos diante de Deus.
E Ele perdoa todos eles, dos que achamos pequenos aos gigantescos.
Tem os que doem menos em nós e tem os que doem mais.
Libere perdão, em qualquer situação. Mesmo que seja a si mesma.
Você errou feio, em um determinado momento da sua vida.
Mas foi para isso que Jesus veio, viveu, morreu e ressuscitou, para trazer perdão a todos.
Sendo tão perfeitamente perdoada, liberar perdão deve ser uma decisão presente em seu viver.
E é uma decisão que exige esforço e intencionalidade, todos os dias.
Mas o Senhor honrará sua vida com muita leveza, paz e alegria.
Depois me conta!

Que Ele te encha de amor e de coragem para dar o primeiro passo nessa direção, em nome de Jesus!

Um grande abraço,

Samara Queiroz

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.