AlemAbuso

Viva além de um abuso!

Você pode estar imaginando que eu estou falando isso porque não tenho este histórico em minha vida. 
Mas conheço pessoas que tiveram esta história e vivem além dela.

O Christian Grey da série dos cinquenta tons foi abusado sexualmente na infância e não conseguiu suplantar esta experiência negativa em sua vida. Ao contrário, sentiu-se culpado por isso, como se fosse a ovelha negra da família e a pessoa que o abusou uma pessoa boa. Esta estória tenta de forma torta tornar o ofensor em alguém bom. Mesmo a autora considerando isso, o ofensor uma pessoa boa, não liberou o abusado para uma vida plena, pois Christian tinha que impor dores em outras pessoas para sentir prazer.

Se você foi abusado na infância/adolescência quero te dizer que a culpa não foi sua. Quem errou foi a pessoa que o abusou e que provavelmente também teve um histórico de abuso. Isso infelizmente aconteceu porque o homem, todo ser humano sem Cristo, está acorrentado em pecados.

Quem te abusou precisa de Jesus para arrepender-se e você precisa de Jesus para perdoá-lo.
Não há outra saída. Cada um responde por si e prestará contas a Deus de si mesmo!

Pesquisas indicam que quem abusa, em sua grande maioria, também foi abusado. Isso nos remete à máxima que nos diz que “só fere quem é ferido”. Então, 

“Amados, nunca procurem vingar-se, mas deixem com Deus a ira, pois está escrito: “Minha é a vingança; eu retribuirei”, diz o Senhor.” Romanos 12.19

Não retenha o perdão em seu coração, a fim de praticar a justiça própria. Deixe o agressor com o Senhor e cuide de você mesmo e de seu relacionamento com Deus! Libere-o e agarre-se ao Senhor a fim de encontrar a cura necessária para viver uma nova vida livre e feliz, uma vida que pode ajudar muitas pessoas. Temos exemplos disso no meio cristão: Joyce Meyer e Beth Moore, duas das mais conhecidas evangelistas americanas, foram abusadas sexualmente na infância. Elas decidiram que não ficariam paralisadas por essa dura experiência, mas iriam sobrepujá-la e transformá-la em palco para a glória de Deus.

Você poderá seguir alguns passos:

1- Assumir que essa experiência tem aprisionado sua vida e impedido-o de prosperar, inclusive em outras áreas;
2- Compartilhar suas dores com alguém que possa orar com você e te ajudar nessa caminhada de perto (faça um aconselhamento cristão);
3 – Perdoar o seu ofensor; (aqui está o segredo do início da sua cura e restauração)
3 – Começar a ver essa experiência como algo distante em sua vida, já passou. Inicie as lembranças, quando isso acontecer, não mais como participante do ato, mas como alguém que vê de longe e cada vez mais de longe. Pratique esse exercício. Faça terapia psicológica.

Oração

Senhor de amor e de paz, esse assunto é tão difícil de ser tratado e falado. Mas hoje estamos aqui na Tua presença e sabemos que não é Tua vontade que Teus filhos sofram esse tipo de história. Contudo todos pecamos e carentes do Teu perdão somos. O pecado estragou tudo. Queremos colocar em Tuas mãos os ofensores sexuais do Teu povo, pois Tua é a justiça e confiamos que ela é bem melhor do que a nossa. Liberamos perdão do nosso coração para eles, ajuda-nos, Pai, é tão difícil. Mas confiamos que o Teu perfeito amor em nossos corações transbordará para uma vida plena de liberdade, amor e de um futuro brilhante que resplandecerá para a glória do Teu Santo nome, em nome de Jesus, amém!

Dê o primeiro passo, não desista!
O Senhor quer que você seja totalmente livre.
Um grande abraço,

Samara Queiroz
Líder da Rede de Mulheres
Igreja Cidade Viva – www.cidadeviva.org